Destaques .

  • NOTA DE CONTRARIEDADE AO PRONUNCIAMENTO DO PRESIDENTE DA CMARA DOS DEPUTADOS



    Causou estranheza à Nova Central Sindical dos Trabalhadores – NCST o recente e malfadado pronunciamento do Presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, no exercício da Presidência da República, quando participava de evento patronal, no sentido de DESCONSTRUIR compromisso de ouvir as centrais sindicais em assuntos trabalhistas e previdenciários.
  • Centrais realizam ato na FIESP e avisam: trabalhadores no pagaro o pato!


    Na manhã de quinta-feira (22/9), em frente ao luxuoso prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), as centrais sindicais: Nova Central, CUT, CTB, CGTB, Força Sindical e CSP-Conlutas realizaram protesto e apresentaram a pauta de reivindicações em defesa dos direitos sociais e trabalhistas. A manifestação fez parte do “Dia Nacional de Mobilizações” conta as reformas trabalhistas e previdenciárias anunciadas pelo governo de Michel temer (PMDB)...
  • Nova Central e CSPB repudiam fala do ex-presidente Lula


    Não existe ladrão honesto! A Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST, e a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), repudiam de forma veemente o infeliz pronunciamento feito na quinta-feira (15/9) pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ofendeu a todos os servidores (as) públicos brasileiros e ao mesmo tempo desagravar essa categoria profissional fundamental e indispensável à nação...
     
  • Livro do 1 de Maio retrata as lutas da classe trabalhadora brasileira


    A nova edição do livro 1º de maio: sua origem, seu significado, suas lutas, de José Luiz del Roio e que recupera a memória da luta dos trabalhadores (as) por melhores condições de trabalho, foi relançado segunda-feira (19/9) na sede do Sindicato dos Trabalhadores Comerciários - SP com a participação de representantes das centrais sindicais: Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), Força Sindical, UGT, CUT, CTB e CSB...
Acontece »

CNTTT alerta que segundo OMS, estresse afeta profisso de motorista de nibus urbano


Na quarta-feira (28/9), muito irritado e cansado, um motorista de ônibus da linha SC02 em Belo Horizonte, abandonou o coletivo no meio da viagem com aproximadamente 20 pessoas. O motivo, segundo relatos de outros passageiros, foi devido uma discussão com uma passageira que o acusou de não saber atender bem os usuários e disse que o profissional precisava de reciclagem...

Sindicato consegue substituir imposto sindical por contribuio negocial aprovada em assembleia


Na segunda-feira (26/9), a Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que a Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento Rural da Região de Novo Horizonte (SP), se abstenha de descontar de seus empregados o valor da contribuição sindical compulsória relativa à cota-parte do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Energia Elétrica de Campinas.

Representante da CNTTT denuncia que FIESP fez propagandas pela Terceirizao


Na quinta-feira (22/9), em manifestação na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo FIESP), Geraldo Meireles (Geraldinho), diretor de Finanças da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestre (CNTTT), filiada à Nova Central, deixou claro que o local escolhido pelos manifestante foi ideal devido o posicionamento favorável da instituição para acelerar e aprovar em 2015, o Projeto de Lei 4330 na Câmara dos Deputados, então presidida pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB)...

Maioria dos acordos salariais de agosto fica abaixo da inflao


Mais da metade das negociações coletivas com vigência em agosto resultaram em ajustes salariais abaixo da inflação, de acordo com levantamento da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) com base em dados do Ministério do Trabalho...

Dia Nacional de Mobilizaes focar questes trabalhistas e previdencirias


As centrais sindicais promoverão quinta-feira (22/9) um Dia Nacional de Mobilizações com o tema: "Nenhum Direito a Menos", rumo uma greve geral no país, caso o presidente Michel Temer (PMDB) insistir nas propostas que retiram direitos sociais e trabalhistas. Sindicalistas da Nova Central, CUT, Força Sindical, CTB, InterSindical, UGT e movimentos populares estão na organização dos protestos...

Lanamento da Frente Ampla Brasil pelos direitos dos trabalhadores



Nesta última quarta-feira (14), A Nova Central, juntamente com a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), participaram da criação da Frente Ampla Brasil, um movimento de união de diversas associações, sindicatos e entidades da sociedade, que tem como objetivo lutar pela preservação de direitos trabalhistas e conquistas sociais.

DEBATES & OPINIÕES »

Com 73 anos, CLT resiste ao bombardeio dos inimigos!



Apesar de todas as pressões que sofre desde que foi anunciada e colocada em prática, no 1º de Maio de 1943, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tem resistido com seu papel de proteger o mais fraco na relação entre capital e trabalho...

As elites agem politicamente para manter os juros altos?


A confirmação, pelo Banco Central, na quarta-feira (31/8), dos juros mantidos há mais de um ano em 14,25% cristaliza o País como caso raro de estabilidade no topo em um mundo com predominância de taxas zero, insignificantes ou cadentes. À ineficiência econômica e ao exotismo da situação no contexto internacional, acrescenta-se outro recorde incômodo, o da maior taxa real média nos últimos 19 anos...
 

As dificuldades do governo Temer (PMDB) na aprovao de sua agenda


O governo do presidente Michel Temer, deslumbrado com a aceitação de sua agenda pelo mercado e pela mídia, promete o que não pode entregar, nem em conteúdo nem em prazo. O cardápio de promessas com esse escopo pressupõe um governo recém-saído das urnas, legitimado pelo voto popular e com a população tendo sido informada sobre o conteúdo das reformas que pretende implementar...

O jurdico e o poltico: um olhar sobre o discurso da ministra Carmem Lcia




Os discursos proferidos pelas autoridades na cerimônia de posse, da agora presidente do STF, chamaram a atenção por terem sido eivados de frases de efeitos, sobretudo, referindo-se à corrupção que há muito tempo assola a política brasileira e que nos últimos anos foi evidenciada através das investigações que levaram para cadeia alguns dos políticos e empresários mais poderosos e influentes do país e deixaram de sobreaviso tantos outros.

Reformas atingiro milhes de trabalhadores


Não é com a retirada de conquistas da nossa gente que o Brasil vai encontrar o rumo do crescimento e do desenvolvimento. As manifestações nas principais capitais nos últimos dias, tendo à frente os movimentos sociais e populares, pedindo a saída de Michel Temer atestam que a crise está longe de terminar. Talvez tenhamos aí o início de uma primavera brasileira por democracia, eleições diretas para presidente e contra as reformas previdenciária e trabalhista que o governo pretende aplicar...

Uberizao do trabalho a cantilena do patronato


A cantilena da redução dos direitos voltou a ser entoada, sob o coro dos patrões. A terceirização e a “simplificação” trabalhista apontam para a uberização das relações de trabalho no Brasil. Desde a transição da sociedade agrária para a urbana e industrial, iniciada na década de 1930, aos dias de hoje, o Brasil conheceu quatro distintas recessões econômicas, com impactos decisivos sobre os direitos sociais e trabalhistas...

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias postadas em nosso portal. Cadastre-se e confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top