Seguridade Social

VICE-PRESIDENTE DA NOVA CENTRAL FAZ DENÚNCIAS SOBRE CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS COMERCIÁRIOS


José Alves Paixão, vice-presidente da NCST, denunciou, em audiência pública que discute a regulamentação da profissão de comerciário, que a categoria tem sido obrigada, por vários empresários, a trabalhar sem remuneração nos feriados, recebendo apenas o direito a uma folga. Informou que os comerciários já são "subtraídos" de até três domingos, a cada cinco domingos de um mês. Como agravante, explicou, esses funcionários são obrigados a trabalhar nos feriados, sem receber salário. A relatora do projeto destacou a importância da regulamentação, visto que a quantidade de trabalhadores do setor é um numero bem representativo e afirmou a importância da garantia do emprego, a qualidade e segurança do trabalhador.

http://1.bp.blogspot.com/_ybBWrvQCtCg/SEbI0HRgWSI/AAAAAAAABTg/cS_rQ6iDsUU/s320/fotoRicardoOperarios.jpg

CRISE ECONÔMICA PODE SER PIOR DO QUE 1929

O professor da Unicamp, Ricardo Antunes, afirma que a crise econômica já tem um resultado devastador para a classe trabalhadora. A OIT (Organização Internacional do Trabalho) fez a previsão de novos 50 milhões de desempregados em 2009, o que eleva o número de desempregados para até 340 milhões de pessoas no mundo. Este número é uma estimativa moderada. Só a China anunciou que 26 milhões de ex-trabalhadores rurais, que estavam ocupados nas cidades, perderam o emprego. A tragédia que se abateu entre os trabalhadores é monumental, a começar pelos imigrantes à cata de trabalho nos países do norte do mundo, mas também a classe trabalhadora em geral, que estava empregada na indústria metal-mecânica, têxtil, no setor alimentício. A primeira providência que o empresariado toma na eminência de uma crise é o corte nos postos de trabalho. É emblemático que os Estados Unidos, a Inglaterra e o Japão vivem a maior taxa de desemprego das últimas décadas. (Para ler e entrevista na íntegra clique em VEJA MAIS). 

REFORMA TRIBUTÁRIA REDUZ RECURSOS DA SEGURIDADE

http://www.oquintopoder.com.br/denuncia/image/jpg/ed_55_02.jpg

A proposta de reforma tributária, como está na PEC 233/08, do Executivo, se aprovada, significará a perda de recursos para a saúde e seguridade social em torno de R$ 5 bilhões. Isto porque a Contribuição Social para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) passariam a ser arrecadadas pelo novo Imposto sobre o Valor Agregado Federal (IVA -Federal). A Nova Central defende mudança na PEC para não acarretar prejuízos á seguridade social.

 

847
26-04-2009 | 22:35

congresso

 

CONFERÊNCIA NACIONAL DE EDUCAÇÃO

Ministério da Educação (MEC) realiza, no próximo dia 23 de abril, um Ato Solene de Lançamento da Conferência Nacional de Educação (Conae). O objetivo é apresentar a proposta de organização e planejamento da Conae, com data de realização prevista para abril de 2010, em Brasília (DF).
A Conferência Nacional de Educação será precedida pelas Conferências Municipais e Intermunicipais, previstas para o primeiro semestre de 2009 e de Conferências Estaduais e do Distrito Federal previstas para o segundo semestre do mesmo ano.

Senado cria subcomissões para debater emprego e Previdência

Nesta quarta-feira (15), o senador Paulo Paim (PT/RS) foi eleito presidente da Subcomissão Permanente em Defesa do Emprego e Previdência Social para o biênio 2009/2010. O vice-presidente será o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB/RR). Essa subcomissão funcionará com a Comissão de Assuntos Sociais, e conta com dez senadores. Autor de vários projetos relacionados diretamente com a Previdência Social e os trabalhadores.

471
09-04-2009 | 10:20

REDUO DA JORNADA DE TRABALHO

JOSÉ PIMENTEL DEBATERÁ O FIM DO FATOR PREVIDENCIÁRIO NA PROXIMA TERÇA FEIRA

A Comissão de Finanças e Tributação vai discutir o projeto que extingue o fator previdenciário (PL 3299/08, do Senado) com o ministro da Previdência, José Pimentel. Está marcado para a próxima terça-feira (7), às 14 horas, no plenário 2.

JORNADA DE TRABALHO 

Foi aprovado ontem 01/04 em audiência na comissão especial destinada a reduzir a jornada de trabalho sem redução de salários, os requerimentos para que sejam realizadas audiências publicas a fim de discutir a tramitação do projeto para aprovação na comissão. A Nova Central participará ativamente das audiências publicas a serem agendadas.

476
01-04-2009 | 09:53

PEC 233

PEC da reforma tributária ameaça direitos

 A PEC 233/08, da reforma tributária, do Executivo, é uma ameaça as fontes exclusivas de financiamento às ações de saúde, assistência social, educação e trabalho. A NCST e outras entidades sindicais e do movimento social denunciam que a PEC retira recursos de benefícios e programas sociais e serviços públicos, garantidos na Constituição de 1988.

624
05-03-2009 | 15:24

NO CONGRESSO

PAULO PAIM QUER INCENTIVO FISCAL PARA MANTER EMPREGOS

A crise financeira global motivou o senador Paulo Paim (PT-RS) a apresentar projeto de lei (PLS 40/09) para preservar o emprego e o valor da remuneração dos trabalhadores de empresas afetadas pelo problema. A estratégia passa pela criação de um incentivo fiscal no âmbito do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e será analisada pelas Comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Assuntos Econômicos (CAE), cabendo a esta decisão terminativa.

Projeto amplia prazo de estágio e prevê auxílio-alimentação

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4579/09, do deputado Dr. Pinotti (DEM-SP), que amplia o prazo máximo do estágio para três anos e torna obrigatória a concessão de auxílio-alimentação ao estagiário pela empresa concedente.

495
26-02-2009 | 08:59

Assdio

Salário mínimo tem ganho real de 44,95 em seis anos



A partir de 1º de fevereiro, o salário mínimo no Brasil passou a ser de R$ 465, um reajuste total de 12,05%, sobre os R$ 415 em vigor até janeiro, e um aumento real de 5,92%. Considerando-se o período de janeiro de 2003 até agora, o salário mínimo já obteve um reajuste nominal de 132,50%, enquanto a inflação acumula alta de 60,40%. Um aumento real de 44,95%,  devido à mobilização unitária das centrais sindicais do País, que conquistaram uma política permanente de valorização do salário mínimo. 

689
05-02-2009 | 13:00

JUROS

JUROS


É decepcionante a decisão do Copom de continuar com taxa Selic ainda muito elevada, principalmente diante do grave quadro de crise internacional.  O Banco Central mantém uma camisa-de-força sobre a produção, penalizando o conjunto da sociedade, inibindo a criação de empregos e geração de renda. Manter esta política de juros altos é o mesmo que beijar a mão dos especuladores.

Os trabalhadores brasileiros esperam muito mais

Não há justificativa para manter os juros em um patamar estratosférico, emperrando o crescimento econômico.

Por isto a Nova Central vai continuar pressionando, na certeza de que representa a manifestação legítima da classe trabalhadora do nosso País.

 

465
23-01-2009 | 15:10

Congresso Nacional

Redução da jornada de trabalho terá audiência em fevereiro



O relator da proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata da redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais, sem redução de salário, será o deputado Vicentinho (PT/SP). Ele foi indicato pelo presidente da Comissão Especial, deputado Luis Carlos Busato (PTB/RS). A primeira reunião de trabalho do colegiado será no dia 10 de fevereiro do próximo ano, depois do recesso parlamentar.

CRISE
A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do Brasil ficou em 7,6%, em novembro, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O resultado marca a primeira alta do índice desde julho deste ano, quando a taxa estava em 8,1%. O rendimento médio real dos trabalhadores ocupados teve alta de 0,9% frente a outubro, ficando em R$ 1.273,60. Na comparação com igual período em 2007, foi constatada alta de 4%.
O contingente de desocupados totalizou 1,8 milhão de pessoas no total das regiões pesquisadas. A população ocupada somou 22,1 milhões de pessoas.


Espelho, espelho meu, quem manda mais do que eu


Enquanto isso, no Congresso Nacional, os presidentes do Senado, Garibaldi Alves, e da Câmara, Arlindo Chinaglia, travam uma guerra em torno da PEC 20/08 que cria 7.343 novas vagas de vereador. GaribaldÍ diz recorreu ao STF para obrigar Chinaglia a assinar a PEC. Este diz que não assina porque os senadores mudaram o projeto original aprovado pelos deputados. Convenhamos, há questões muito mais urgentes para o Congresso Nacional se preocupar do que essa absurda decisão de aumentar gastos públicos com mais vereadores.

573
19-12-2008 | 09:25

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top